Saltar para o conteúdo

Vovó Alice

23/04/2018

Parece que ainda ontem fui visitá-la à clínica, naquela que foi a derradeira visita. E no entanto já se passaram 18 anos. Quase duas décadas de vida sem a presença física da pessoa com quem me pareço cada vez mais, dizem.

Começo a esquecer a sua voz e o seu riso e isso deixa-me triste por instantes. Mas logo depois penso em como ela ainda vive em mim: nas papoilas que anunciam a primavera, nos gostos que agora descubro comuns, nos sonhos que ela não realizou, que sem querer se tornaram os meus e que eu realizo. Mais ainda, está viva quando a minha mãe, sua filha, me diz que em gestos e ações eu lhe lembro como ela era.

Pode passar o tempo, posso esquecer algumas particularidades mas não deixo que ela parta da minha vida. Vovó Alice será sempre uma parte de mim.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: