Skip to content

sempre o mesmo…

16/09/2012

“[…] Do princípio ao fim amamos sempre o mesmo. O que vamos amando é que encaixa melhor ou pior nesse mesmo. Por vezes julgamos que é exactamente, finalmente isso por que ansiávamos e exultamos para depois descobrirmos que nos enganáramos, redondamente. Do princípio ao fim o mesmo, que não há maneira de saber o que é. Continue tentando. Faz parte do verdadeiro procurar o não saber o que se procura, o estar permanentementeà espera de ser surpreendido, o ser surpreendido. […]”

Cala a minha boca com a tua, Pedro Paixão

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: