Skip to content

1 ano de futuro nosso

10/10/2016

“(…) Inclino-me sobre a mesa. Enquanto o meu rosto avança na tua direção, confirmo o privilégio de me quereres e, nessa certeza, cada instante deste caminho é felicidade. Os meus lábios começam a sentir os teus muito antes de nos tocarmos, antecipo aquilo que, afinal, já tenho. Num momento próprio, separado de todos os outros, fim e início de qualquer coisa definitiva, depois de uma linha de calor, os nossos lábios.

(…)

Depois de beijar-te, com os braços pousados sobre a mesa, faço a pergunta que já esperávamos há algum tempo. Tu já sabias, eu já sabia, mas faltava aquele salto irreversível, aquelas palavras que, na história simples das nossas vidas, são um instante que, acreditamos, toca todos os instantes. O nosso futuro é tudo o que temos e, depois do pedido que aceitas, olhamos juntos para esse futuro, é o mesmo. (…)”

Vindimas

José Luís Peixoto

 

Para a minha loira pequenina

08/10/2014

Conheceste-me antes mesmo de ser gente. Soubeste quem eu era muito antes do mundo. Presença inquestionável e quase omnipresente na minha vida, contribuiste para muito do que eu sou hoje. És linda por dentro e por fora. És um exemplo de vida nos erros e acertos da tua. É incrivel como não consigo conceber a minha vida sem ti. És também uma parte viva daquele que é ainda hoje um homem muito importante para mim. Deste-me abrigo e aconchego, ralhetes e abraços. Amor, principalmente deste-me, e dás, amor. És uma das minhas “pequeninas” lindas e é sempre uma sensação de lar doce lar quando estás por perto. Sei que queres o meu bem como queres o das tuas filhas. Muitas são as vezes em que me sinto como tal. Por isso tantas vezes digo que elas são as minhas manas mais velhas, o que faz de ti uma segunda mãe. E hoje de manhã, quando (finalmente) percebeste que era eu do outro lado da linha e do oceano, a tua exclamação emocionada foi ao mesmo tempo uma dor e uma alegria! As saudades são imensas! E não quero saber de ouvidos cansados que não reconhecem a minha voz, “oubistes”? Vamos lá a falar mais vezes! Parabéns louraça do meu coração! Ti amo di paixão!

Recorrências da vida

19/06/2014

“She always finds a way to find me
I can’t run away, there’s no way out
No way I’m gonna stay, another day.”

This Woman, Sean Riley & The Slowriders

To my mummy and daddy

04/06/2014

 

93 million miles from the sun
People get ready, get ready
‘Cause here it comes, it’s a light
A beautiful light, over the horizon
Into your eyes
Oh, my, my how beautiful
Oh, my beautiful mother
She told me, son, in life you’re gonna go far
If you do it right, you’ll love where you are
Just know, wherever you go
You can always come home

240 thousand miles from the moon
We’ve come a long way to belong here
To share this view of the night
A glorious night
Over the horizon is another bright sky
Oh, my, my how beautiful
Oh, my irrefutable father
He told me, son, sometimes it may seem dark
But the absence of the light is a necessary part
Just know, you’re never alone
You can always come back home

Home, Home

You can always come back

Every road is a slippery slope
But there is always a hand that you can hold on to
Looking deeper through the telescope
You can see that your home’s inside of you

Just know, that wherever you go
No, you’re never alone,
You will always get back home

Home
Home

93 million miles from the sun
People get ready, get ready
‘Cause here it comes, it’s a light
A beautiful light, over the horizon
Into our eyes

Maior verdade que eu já ouvi

17/05/2014

Murphy is right!

Always.

Como?

13/05/2014

“Como não te sonhar?”
Fernando Pessoa

das coincidências

12/05/2014

Viver no novo bairro tem coisas destas:

sair de manhã para ir trabalhar e esbarrar com o Kelly Slatter uns minutos antes do tubo nota 10 que o leva a mais uma meia final de uma etapa da ASP World Tour. Aos 42 anos. Lugar marcado para a final este fim de semana. Onde? No quintal de casa =)

1

(foto: aqui)